Também estamos lá
Facebook Twitter Linkedin Pinterest

Diferentemente do que muita gente pensa, nomes de domínio, sites e URLs não são a mesma coisa.

O nome de domínio, geralmente sinônimo de domínio, é o endereço que as pessoas usam para visitar um site. É aquilo que vem depois da arroba (@) no endereço de email ou após as duas barras (//) no endereço Web. Por exemplo, a URL ou endereço WEB completo da página de contatos do nosso site é https://www.concepcaoweb.com.br/contatos, e o nome de domínio é ”
concepcaoweb.com.br”. Como isso, embora exista uma relação, nomes de domínio e URLs não são a mesma coisa. Se compararmos com uma casa, o domínio seria o endereço, e a URL seria o itinerário completo do local, incluindo o aposento específico dentro da casa.

O que é um endereço Web?

No exemplo do endereço da nossa página de contatos,
https://www.concepcaoweb.com.br/contatos, temos:

  • HTTP/HTTPS indica o protocolo de envio de informações para este site. O “S” significa seguro e indica que existe um certificado SSL para este domínio.
  • WWW, subdomínio semelhante a uma pasta no seu computador. Também poderia ser outro subdomínio qualquer que referencia uma pasta na estrutura de arquivos do seu site, como por exemplo http://flippage.concepcaoweb.com.br. Neste caso “flippage” é o subdomínio referente a pasta do nosso site exclusiva para o site deste serviço prestado pela CW.
  • O domínio de segundo nível (concepcaoweb.com.br), é realmente o domínio. É o que você realmente adquire o direito de usar como seu endereço web ao registra um domínio, como por exemplo “seudominio.com.br”
  • Domínio de topo é basicamente a categoria do domínio (.com, .net, .org, etc). No Brasil, o Registro.br lançou recentemente novas categorias de domínios de topo, o que divulgamos nesta publicação na nosso “fan page” no Facebook.
  • Nome da página ou arquivo. No exemplo, “contatos” é o nome da página de contatos do nosso site. Pode ser o nome de um arquivo de script que gera a página, ou no caso do exemplo, um gancho que identifica um conteúdo específico do site que deve ser recuperado e exibido.
  • Extensão de página, como .html ou .php. No exemplo, não temos a extensão da página, ou na verdade, do arquivo de script que gera a página, já que o endereçamento do nosso site em baseado em ganchos.

Como funcionam os nomes de domínio?

Para finalizar este artigo, vou tentar dar uma noção básica de como um domínio funciona.

Quando você digita o endereço de um site na barra de endereço do seu navegador, o navegador se conecta com o servidor do seu provedor de conexão de Internet para requisitar o site.

O no servidor do seu provedor de acesso a Internet existe um sistema chamado DNS, ou Sistema de Nome de Domínio. Este sistema tenta localizar o domínio do site em uma tabela de relacionamento entre o domínios e o IPs. Ao localizar o domínio na sua lista do DNS, servidor do seu provedor envia a sua requisição para a máquina na Internet com o IP indicado na lista. Esta nova máquina repete a operação de consulta no seu DNS.

Se a máquina verificar que o domínio aponta para o seu próprio IP ou para o IP de uma máquina da sua rede local ou interna, ela localiza o site nos seus diretórios ou na máquina com o IP indicado, e responde a requisição que faz todo o caminho de volta. Se a máquina não encontra o domínio na sua lista do DNS ou se o IP indicado é de outra máquina na Internet, ela envia a requisição para a próxima máquina e o processo se repete na próxima máquina, e na próxima, até que alguma encontre o domínio no seu DNS vinculado ao seu próprio IP ou ao IP de uma máquina na sua rede local e responda a requisição.

No final de todo esse processo, os arquivos do site são enviados para o seu navegador que os interpreta e exibe o site na tela.

E com isso, finalizo este artigo mas vou voltar a falar deste assunto nos próximos artigos, então curta a nossa página do Facebook para ser informados sobres os próximos arquivos. Até o próximo artigo.

Jorge Rodrigues

Jorge Rodrigues

Webmaster e desenvolvedor web full-stack. Self-employed na Concepção Web. Técnico em processamento de dados, com especialização em Programação de Computadores, Redes Locais e em Protocolo e Cabeamento Estruturada de Redes Locais pela Universidade Estácio de Sá.

More Posts