Como trabalhar em casa (e não ficar louco)

Também estamos lá
Facebook Twitter Linkedin Pinterest

Trabalhar em casa pode ser solitário e também pode afetar sua produtividade. Nesse tempo em que tenho trabalhado em casa, percebi que o trabalho em casa tem vantagens e desvantagens.

As outras pessoas que habitam a minha residência trabalham fora ou estudam, e por isso fico sozinho a maior parte do dia, o que pode ser solitário se você não tem com quem interagir. As únicas companhias que tenho durante o dia, são a minha secretária Amora e o segurança Amendoim, dois yorkshire terriers “estrelas” do Facebook que se instalam por aqui enquanto trabalho. O Amim as vezes trás a meia velha pra brincar de cabo de guerra comigo. Já a Amora, sempre dengosa, senta ao lado da minha mesa pedindo carinho.

Sim, mas onde quero chegar com isso? Companhia é importante, mesmo que seja companhia canica. Se você não tem animal de estimação em casa, então acorde mais cedo e vá dar uma caminhada, ver pessoas, tomar um cafezinho no bar da esquina. Qualquer interação social vale.

Um outro ponto negativo para quem trabalha em casa e fica sozinho o dia inteiro é assumir as tarefas de casa. Cuidar da limpeza, das refeições, dar atenção para os cachorros, ir ao mercado, etc. Essas tarefas, se não administradas corretamente podem acabar com o seu organograma de trabalho. Entretanto, essas tarefas podem ser úteis se fizer você se desligar do trabalho por alguns instantes.

Então, trabalhar em casa tem o seu lado positivo. Não ter a obrigação de cumprir horários. Não ter um chefe te encarando o dia todo ou um colega de trabalho que resolve bater papo com você exatamente naquela hora em que você está cheio de trabalho, e por ai vai. Mas também há o seu lado negativo com já comentei acima.

Aqui estão alguns passos importantes que tomo todos os dias para garantir que eu não me transforme em um homem das cavernas.

1) Local de trabalho: procure instalar a sua estação de trabalho em um local confortável, sem muito ruido ou qualquer coisa que possa tirar a sua atenção. Instalar-se na sala de estar ou em um cômodo utilizado por outras pessoas é furada. Procura um local onde não haja transito de pessoas. Sala de estar nem pensar. O quarto é uma boa opção, mas se você tem um cômodo sobrando em casa, um closet ou até mesmo um espaço na garagem que possa ser transformado em home-office, esta seria a opção ideal.

2) Cuide da sua aparência: Não use pijamas durante todo o dia. Algumas pessoas falam que se deve usar as mesmas roupas que se usaria no escritório. Se você recebe clientes, ou precisa sair por algum motivo pra visitar um cliente ou ir até a sede da empresa, isso é válido. Caso contrário, se você não recebe cliente e trabalha por conta própria e não faz visitas frequentes a clientes, prefira roupas bem confortável.

3) Saúde e higiene: Não descuide da aparência e nem da higiene pessoal. Faça a barba pelo menos duas vezes por semana, corte o cabelo todo mês e, acho que nem seria necessário dizer isso, mas banhos diários são fundamentais.

Se o seu trabalho te faz ficar sentado o dia inteiro, como o meu, procure fazer alguma atividade física durante o dia. Se não tem grana ou saco para ir a academia, caminhe antes ou depois do seu expediente. Séries de exercícios com abdominais, polichinelos, flexões por uns vinte ou trinta minutos também é uma boa opção.

Nunca vá da cama para a mesa de trabalho. Esta é a regra mais importante. Caminhe até um bar, tome um café, compre um jornal. Aproveite o tempo para realmente ler as notícias, ele dará ao seu cérebro alguns pensamentos novos. Quando você voltar para casa, você estará pisando em seu escritório.

4) Foco: Agora que você está no escritório, é hora de trabalhar. Limite seu consumo de Facebook / Twitter e concentre-se na tarefa em questão. Determine as tarefas que devem ser executas naquele dia e empenhe-se para finalizá-las. Mantenha esse foco até a hora do almoço. Levante-se a cada hora e faça flexões ou faça café, beba água o que é fundamental, e então volte para o trabalho.

5) Hora do almoço: Essa pausa mais prolongada é fundamental. É claro que nem sempre dá pra fazer uma pousa mais longa para o almoço, mas pare nem que seja por meia hora para fazer um lanche.  Eu programo o despertador do meu smartphone para tocar ao meio dia e às treze horas, assim se não der para pausar o trabalho ao meio dia, eu me obrigo a parar as treze horas. Aproveite a intervalo para ver o telejornal ou assistir a sua séria preferida de TV. Isso vai tirar o foco do trabalho e clear as idéias. Eu geralmente tenho as melhores idéias ou encontro a solução para um problema depois dessa pausa para o almoço.

6) Soneca: qual é a vantagem de ser freelancer se não puder desfrutar de uma pequena soneca. Se o seu prazo permitir, aproveite a pausa do almoço para tirar um cochilo. Geralmente uns 20 minutos de sono é mais do que suficiente para revigorar o corpo e a mente. Depois da soneca, lavar o rosto e um cafezinho pra despertar.

7) Foco: é mais difícil trabalhar à tarde. Então procure fazer as tarefas mais criticas pela manhã, antes do almoço. Deixe a tarde para tarefas que exijam menos concentração e que não sejam entendiantes.

8) Deixe o trabalho no escritório: quando terminar o dia do trabalho, faça alguma coisa que não tenha nada a ver com o trabalho. Saia de casa, de uma caminhada ou corra, leve o cachorro pra dar uma volta. É a maneira perfeita para a transição para a sua vida pessoal.

9) Pegue sua bebida: saia e tome uma bebida e socialize. Claro que você não vai fazer isto todo noite, mas de vez em quanto é divertido e bom para você.

É isso aí. Espero que ajude.

Texto baseado no artigo de David P. Alexander
https://www.linkedin.com/pulse/how-work-from-home-go-crazy-david-p-alexander…

Jorge Rodrigues

Jorge Rodrigues

Webmaster e desenvolvedor web full-stack formado pelo SENAC-RJ. Self-employed na Concepção Web. Técnico em processamento de dados, com especialização em Programação de Computadores, Redes Locais e em Protocolo e Cabeamento Estruturada de Redes Locais pela Universidade Estácio de Sá.

More Posts